Serras circulares de HSS, TCT e Fricção

Os aços utilizados na produção de serras circulares são wolfram-molibdênio super-rápido (5% de molibdênio), caracterizado por baixa fragilidade , alto rendimento com conseqüente resistência mecânica , altos graus de resistência e resistência ao desgaste. O ultra-rápido wolfram-molibdênio e cobalto (5% cobalto), graças à presença de cobalto, possui excelente resistência ao corte e dureza e conseqüentemente é usado no corte de aço inoxidável ou materiais de alta resistência mecânica que geram altas temperaturas na área de contato durante a fase de corte. São usados em máquinas de corte manuais, semi-automáticas e automáticas para cortar seções abertas, secções redondas, secções quadradas e secções dobradas até um máximo de 165 mm. Com diâmetros entre Ø 175 mm e Ø 630 mm e espessuras entre 1 mm a 5 mm, com dentes BW (utilizados em máquinas de corte para corte de materiais ferrosos), HZ (diferenciado por BW para capacidade para quebrar o chip em 3 partes 1/3 da espessura da serra), BS “Breaker” (principalmente para corte de tubos) e VP “Variable Step” (usado para cortar seções irregulares: por exemplo, corte de tubos em pack).